Prêmio edt. Ricardo Miranda – Montagem de Invenção (Curta e Longa)

Pelo terceiro ano consecutivo, a edt. – Associação de Profissionais de Edição Audiovisual do Rio de Janeiro- irá premiar a montagem de filmes da Semana dos Realizadores. O prêmio foi criado em 2014 em homenagem à Ricardo Miranda que, além de grande montador e professor, foi mestre de inúmeros profissionais que atualmente dão continuidade às suas ideias sobre montagem cinematográfica. Refletindo sobre essa etapa tão importante na construção dos filmes, a edt. terá nesse ano um juri composto por Natara Ney, Karen Akerman e Rodrigo Lima.

Natara Ney

Formada em jornalismo pela PUC-PE. Iniciou sua vida professional editando programas para Televisão. Mudou-se para o Rio em 1993,onde trabalha como montadora. Seus principais trabalhos são: Tainá 3 e Desenrola, de Rosane Svartman; O mistério do samba, de Lula Buarque de Hollanda e Carolina Jabor; e Separações, de Domingos de Oliveira; bem como nas séries de TV Ó paí, ó, de Monique Gardenberg. Montou também o documentário Divinas divas, vencendor do prêmio de juri popular do Festival do Rio 2016.


Karen Akerman

Montadora e realizadora. Em parceria com Miguel Seabra Lopes, realizou os filmes Incêndio (2011), Outubro acabou (2015), Talvez deserto talvez universo (2015) e Confidente (2016). Como montadora, atuou em mais de 40 filmes (entre longas e curtas). O seu trabalho foi exibido e premiado nos festivais de Locarno,  Toronto, Roterdã, San Sebastian, Havana, Cinéma du Réel, Vision du Réel, DocLisboa, IndieLisboa, Brasília, Tiradentes, Rio, entre outros.


Rodrigo Lima

Nascido no Rio de Janeiro, Rodrigo Lima é montador e diretor. Editou Cleópatra, A Erva do Rato, Educação Sentimental,  Garoto e Beduino de Julio Bressane; Luz nas trevas, de Helena Ignez; Belair, de Noa Bressane e Bruno Safadi e Quase Memória, de Ruy Guerra, entre outros. Em 2009 realizou o curta metragem Para Eva, exibido especialmente no programa Fuori Orari no canal de TV italiano RAI. O Espelho, seu primeiro longa metragem, teve estreia mundial no festival de Locarno, em 2015, e recebeu a Menção especial do Júri na competição oficial do FILMADRID, 2016.